Sobre o iBVRio

abvrio

 

O Instituto BVRio é uma organização com a missão de promover o uso de mecanismos de mercado para facilitar o cumprimento de leis ambientais e apoiar a economia verde no Brasil.

A criação do i-BVRio faz parte de uma estratégia de contribuir para o desenvolvimento de um ecossistema de atores envolvidos nas atividades relacionadas à economia ambiental. Nesse sentido, o i-BVRio realiza de forma sistemática um intenso trabalho de promoção e divulgação de conceitos e instrumentos de mercado.

A missão do i-BVRio inclui, ainda, a promoção de meios de negociação efetiva de ativos ambientais, como forma de demonstração concreta da viabilidade dos conceitos por ela desenvolvidos (proof of concept). Com esse propósito foi também estruturada a Bolsa de Valores Ambientais BVRio, uma empresa de impacto que tem como objetivo alavancar capital do setor privado para implementar e dar escala às atividades pré-operacionais desenvolvidas pelo Instituto BVRio.

O Instituto BVRio e a Bolsa de Valores Ambientais BVRio foram concebidos para agir de forma complementar para criar as condições necessárias e demonstrar a viabilidade do desenvolvimento de uma economia ambiental nos setores em que atuam. A descrição das missões e modo de atuação destas instituições encontra-se a seguir.

 


Instituto BVRio e a criação de condições estruturantes

O Instituto BVRio é uma associação civil sem fins lucrativos que tem como a missão institucional promover e viabilizar o uso de mecanismos de mercado como meio de implementação de políticas públicas ambientais, o desenvolvimento sustentável e a economia verde. As atividades do i-BVRio visam criar as condições necessárias e pavimentar o terreno para que mercados de ativos ambientais se concretizem no Brasil (e gradualmente em outros países).

Operacionalmente, tais atividades se traduzem em:

  • Promoção e divulgação, junto ao setor governamental, sociedade civil, academia e setor empresarial, do conceito de mecanismos de mercado como instrumento de implementação de políticas públicas ambientais.
  • Análises jurídicas e contribuições ao desenvolvimento de (i) políticas públicas ambientais, (ii) marcos regulatórios, e (iii) instrumentos normativos adequados ao uso de mecanismos de mercado na implementação de leis ambientais.
  • Geração e divulgação de informação e promoção de transparência em mercados ambientais diversos, incluindo por meio da criação, contribuição e participação em observatórios de políticas públicas ambientais.
  • Treinamento e capacitação de agentes governamentais encarregados da aplicação e fiscalização das políticas públicas ambientais (parcerias com secretarias de meio ambiente, ministério público, workshops, etc.).
  • Mobilização e envolvimento das partes interessadas e afetadas pelas políticas públicas ambientais para a utilização de instrumentos de mercado (envolvimento de stakeholders).
  • Modelagem e desenvolvimento de ferramentas operacionais para demonstrar a viabilidade do uso de mecanismos de mercado em políticas públicas ambientais (‘prova de conceito’).

.


Bolsa de Valores Ambientais BVRio e a demonstração de conceitos

O desenvolvimento dos conceitos teóricos e da base regulatória, e o engajamento de atores são condições necessárias mas insuficientes para que mecanismos de mercado se tornem efetivamente um instrumento real de implementação de políticas públicas ambientais. Desse modo, a missão do Instituto BVRio inclui, ainda, a promoção de meios de negociação efetiva de ativos ambientais, como forma de demonstração concreta da viabilidade dos conceitos por ela desenvolvidos (“prova de conceito”).

Neste contexto, foi criada a Bolsa de Valores Ambientais BVRio, uma empresa de impacto que tem como objetivo alavancar capital do setor privado para implementar e dar escala às atividades pré-operacionais desenvolvidas pelo i-BVRio. A Bolsa de Valores Ambientais BVRio foi estruturada de modo empresarial para permitir a captação de capital do setor privado.

Continuo bva bvi

 


Governança do Instituto BVRio

A BVRio é uma associação civil formada por três categorias de associados: representantes do setor empresarial; representantes de ONGs e do setor acadêmico, e cidadãos envolvidos na promoção do desenvolvimento econômico sustentável.

Sua estrutura de governança inclui um Conselho Deliberativo, com representantes de cada categoria de associados, e um Conselho Consultivo com representantes do governo. As funções executivas são exercidas por uma Secretaria Executiva.

governanca01

Secretaria Executiva

  • Pedro Moura Costa (Presidente Executivo)
  • Mauricio de Moura Costa (Diretor de Operações e Presidente da BVRio.com)
  • James Parker (Diretor Escritório Gana)
  • Bruno Maier (Departamento Novos Negócios)
  • Márcio Barros (Departamento Desenvolvimento de Tecnologia)
  • Uriel Bertoche (Departamento Desenvolvimento de Tecnologia)
  • Leonel Mello (Departamento Madeira)
  • Bruno Meyer (Departamento Madeira)
  • Bianca Ambrosio ((Departamento Madeira)
  • Francisco Godoy (Departamento SIG – Madeira)
  • Luciana Freitas (Departamento Resíduos Sólidos)
  • Alex Hofmann (Departamento Financeiro)
  • Cristina Tavares de Bastos (Departamento Comunicação)
  • Rosangela Campello (Administração)

Conselho Deliberativo

Câmara Empresarial

  • Marina Grossi – Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (CEBDS)
  • Mauricio de Moura Costa (Diretor de Operações e Presidente da BVRio.com) – E2 Brasil Sócio Ambiental

Câmara de ONGs e Academia

  • Rosa Lemos (Presidente do Conselho Deliberativo) – Fundo Brasileiro para a Biodiversidade (Funbio)
  • Walfredo Schindler – Fundação Brasileira para o Desenvolvimento Sustentável (FBDS)
  • Suzana Kahn – Vice presidente do IPCC, COPPE (UFRJ)

Câmara de Cidadãos

  • Sérgio Besserman
  • Eduarda La Rocque

Conselho Fiscal

  • João Alfredo Dias Lins
  • Mario Henrique Lima
  • Aylton Coelho

 


Integração Instituto BVRio e Bolsa de Valores Ambientais BVRio

A estrutura e relação entre Instituto BVRio e Bolsa de Valores Ambientais BVRio tem o objetivo de explorar sinergias e possibilitar a sustentabilidade financeira do Instituto no longo prazo.

BVRio e BVA