FlorAmarela

Inscreva-se no seminário “Desafios e oportunidades na implantação do novo Código Florestal em Minas Gerais”

A Escola de Engenharia da Universidade Federal de Minas Gerais, em Belo Horizonte, sediará a terceira edição da série de seminários sobre o Código Florestal que o Instituto BVRio e o Observatório do Código Florestal vêm promovendo pelo Brasil. O evento “Desafios e oportunidades na implantação do novo Código Florestal em Minas Gerais” tem apoio[…]

capa

How you can use the ‘Guide for Assessing Compliance with the Forest Code in commodity supply chains’ by Roberta delGiudice

Brazil has rules for the use of rural properties that have the potential to make Brazilian agricultural production sustainable, both regarding the conservation of natural vegetation and inputs for the production itself, such as water and soil quality. Although, these rules for the use of rural properties have been established since the 19th Century, and[…]

car

Transparência do Cadastro Ambiental Rural, já!

O acesso a informação sobre a origem dos produtos agropecuários e florestais é essencial para assegurar a sustentabilidade no meio rural e o cumprimento do novo Código Florestal Brasileiro. Uma dos melhores iniciativas brasileiras para identificar o cumprimento com o Código Florestal é o novo Cadastro Ambiental Rural (CAR), um registro eletrônico de propriedades rurais desenvolvido[…]

relatorioBR

Webinar: Uso de big data para a detecção de ilegalidade no Setor de Madeira Tropical

Um levantamento feito pelo Instituto BVRio (iBVRio) indica que mais de 40% dos manejos florestais localizados nos estados do Pará e Mato Grosso podem estar envolvidos com irregularidades que, nos casos mais graves envolvem roubo de madeira de unidades de conservação e reservas indígenas. De acordo com diversos levantamentos, estima-se que mais de 70% dos[…]

bgidata

Webinar: Using Big Data to Detect Illegality in Tropical Sector with Pedro Moura Costa

A recent study by BVRio Institute (iBVRio) in Brazil found that more than 40% of the forest management operations in the Pará e Mato Grosso states are likely to be involved in severe breaches of the law, including timber theft from conservation areas or indigenous reserves, use of slave labour, and/or laundering of stolen timber[…]

a-amazonia

Custo-benefício: 2 bilhões de tCO2 por US$ 250 milhões: Cotas de Reserva Ambiental para REDD+

A aquisição de Cotas de Reserva Ambiental como estratégia de REDD+ pode resultar em reduções significativas de emissões (mais de 100 bilhões de tCO2) a custos muito reduzidos (menos de U$ 0,20/t CO2), e ao mesmo tempo promovendo a implementação do novo Código Florestal brasileiro – uma lei com potencial de transformação da paisagem rural[…]

Climate value for money: 2 GtCO2 storage for U$ 250 million: Forest Legal Reserve Credits in Brazil

The direct acquisition of Forest Reserve Credits as a REDD+ strategy could result in significant emission reductions (over 100 billion tCO2) at very low costs (less than U$ 0.20/t CO2), while promoting the implementation of the Brazilian Forest Code – a new law with potential to transform the rural landscape in Brazil. International REDD finance[…]

BVRio adopts blockchain technology for its registries

BVRio becomes the first organization worldwide that adopted the Regis blockchain technology for building their decentralized registries of timber trading records Blockchain is a distributed database that maintains a continuously-growing list of data records protected against tampering and revision. It is the technology used for the creation and trading of bitcoins, but its uses are much more[…]

Resolução CVM: Cotas de Reserva Ambiental não são valores mobiliários.

Cotas de Reserva Ambiental não são valores mobiliários. São instrumentos de aplicação do Código Florestal. Resolução da CVM confirma status da Cota A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) recentemente emitiu parecer dispondo que as Cotas de Reserva Ambiental (CRAs) não são valores mobiliários e que a sua negociação não está sujeita à sua supervisão. Com essa[…]